Idoso

Idosos, Atividade Física e Envelhecimento

Entrar no Grupo

Video Game Pode Melhorar a Capacidade Cognitiva de Pessoas com Mais de 60 Anos



Cevnauta dos estudos sobre o idoso. Será que os exergames também valem? Laercio

JC e-mail 4810, de 11 de Setembro de 2013.
Ciência Hoje On-line: Um jogo para maiores (de 60)

    
Estudo mostra que uso de 'video game' pode melhorar a capacidade cognitiva de pessoas com mais de 60 anos

Não é algo muito usual ver o seu avô jogando video game, certo? Pois talvez devesse ser. Um experimento realizado nos Estados Unidos mostrou que a utilização de um jogo digital pode ajudar a recuperar, de forma prolongada, algumas capacidades cognitivas de pessoas idosas, além de provocar alterações positivas em determinados padrões cerebrais. Tais resultados reforçam as possibilidades de plasticidade cerebral mesmo em idades mais avançadas e sinalizam que é possível usar esse tipo de recurso para reduzir os efeitos do envelhecimento.

Em geral, a realização de diversas tarefas simultaneamente - algo bem comum no mundo em que vivemos hoje - provoca interferências no processamento das informações, um desafio para nosso controle cognitivo. O estudo, publicado na Nature na semana passada, explorou justamente essa característica a partir de um jogo virtual especificamente desenvolvido para esse fim, o NeuroRacer. Ele é composto por duas 'tarefas': a identificação de um símbolo específico na tela, em meio à apresentação alternada de diversos outros, e o objetivo de manter um automóvel no centro de uma rua, usando umjoystick.
 
Leia a matéria completa na Ciência Hoje On-line, que tem conteúdo exclusivo atualizado diariamente: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2013/09/um-jogo-para-maiores-de-60

 

Comentários

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.