Dança

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar no Grupo

Dança no Contexto Escolar



A dança enquanto um processo educacional, não se resume simplesmente em aquisição de habilidades, mas sim, poderá contribui para o aprimoramento das habilidades básicas, dos padrões fundamentais do movimento, no desenvolvimento das potencialidades humanas e sua relação com o mundo. O uso da dança como prática pedagógica favorece a criatividade, além de favorecer no processo de construção de conhecimento.

Comentários

Por Thayane da Silva Campideli
em 24-11-2014, às 20h54.

Como cultura corporal do movimento, é indispensável a utilização da dança nas aulas de educação física, em todos os níveis da educação. Diante à inúmeras vantagens deste conteúdo, podemos ressaltar o aspécto social como um fator que contribui como grande benefício ao aluno.

Por Ivonei da Silva Salazar
em 24-11-2014, às 21h47.

A dança em sentido geral, caracteriza-se pela arte de mover o corpo e assume papel fundamental nos dias de hoje, enquanto forma de expressão torna-se praticamente indispensável para vivermos presentes, uma “expressão corporal”, que com o passar do tempo, sofreu diversa influências.Foi ganhando espaço na educação. Fazendo uma analogia histórica, observa se cultivavam formas expressivas como as danças, os jogos e as lutas.com a dança adquire-se um desenvolvimento gradativo, com melhora no rendimento escolar, mudança positiva no comportamento, entre muitos outros aspectos, devido à dança ser uma atividade completa que exercita corpo mente e alma. Por isso é necessário a introdução dessa arte nas escolas, a fim de que as crianças tenham acesso à arte e à cultura.

Por Isabella Cristina de Carvalho
em 25-11-2014, às 01h05.

Segundo Bertoni (1992), a dança como fator educacional contribui no desenvolvimento psicológico, social, anatômico, intelectual, criativo e familiar, ou seja , a dança no contexto escolar não pretende forma bailarinos, e sim em oferecer ao aluno uma relação mais efetiva e intimista com a possibilidade de aprender e expressar-se criativamente através do movimento. A dança na escola visa o desenvolvimento físico, emocional e social do aluno, de modo que torne o um individuo pensante, capaz de contribuir com a sociedade.

Por Graziele Maciel Jorge
em 22-04-2015, às 16h07.

A dança na escola abrange uma nova proposta de ensino e um dos seus objetivos,é proporcionar ao aluno que ele pode se expressar através do seu movimento.Desperta a criatividade a autoestima e a liberdade. Nao se resume em técnicas e conceitos e sim desenvolve  a destreza,a agilidade,a coordenação motora,expressa sentimentos,etc. Para nós profissionais da educação física, deve ficar bem claro que a educação corporal é tão importante quanto a educação da mente. A dança deve ser implantada nas escolas desde a educação infantil pois a criança pode brincar com a linguagem corporal criando situações diferentes,de contato com diferentes manifestações da cultura corporal como as relacionadas aos jogos e brincadeiras,ginásticas e etc. 

 

Por Larissa Vitalina de Medeiros Pires
em 09-01-2016, às 18h51.

Nós nos movimentamos desde muito pequenos e esse movimento vem adquirindo novas proporções novos nomes e gostos. Tudo o que existe no mundo de alguma forma é estimulante  como por exemplo, sons, odores, objetos, pessoas, entre outros. Os seres humanos captam e transmitem tudo o que sentem e essas transmissões podem ser definidas como expressão corporal, dança contemporânea, forro, e muitos outros nomes e formas de se expressar, a dança sem dúvida é uma das maiores formas de expressar o movimento humano e no âmbito escolar possui um papel fundamental pois através dela o professor pode trabalhar vários conteúdos como a diferença entre gêneros, o domínio corporal e a ritmicidade, a diversidade cultural e os vários estilos, pois, a dança é um meio quase ilimitado de aprendizagem e traz uma bagagem motora fundamental e de grande importância individual que pode ser utilizada em diversos esportes.

referência: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/EDUCACAO_FISICA/monografia/DANCA_ESCOLA.pdf

Por Thiago da Costa Barros
em 17-01-2016, às 20h47.

A escola, enquanto meio educacional deve oportunizar a prática motora, pois ela é essencial e determinante no processo de desenvolvimento geral da criança. A atuação do professor principalmente nas séries iniciais deverá ser planejada e coerente. Conforme Gallahue e Ozmun (2001) a escola, muitas vezes, é o espaço onde, pela primeira vez, as crianças vivem situações de grupo e não são mais os centros das atenções, sendo que as experiências vividas nesta fase darão base para um desenvolvimento saudável durante o resto de sua vida.

A dança além de cultura, trabalha a coordenação motora, desenvolvimento social, movimenta o corpo e muito outros benefícios que são de grande importância no desenvolvimento de uma criança, por isso é muito importante ser trabalhada na infância. 

 

http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/EDUCACAO_FISICA/monografia/DANCA_ESCOLA.pdf

Por Aline Senna
em 01-02-2016, às 16h28.

Dançar é uma das maneiras mais divertidas e adequadas para ensinar, na prática, todo o potencial de expressão do corpo humano. Enquanto mexem o tronco, as pernas e os braços, os alunos aprendem sobre o desenvolvimento físico. Introduzir a dança na escola equivale a um tipo de alfabetização. "É um ótimo recurso para desenvolver uma linguagem diferente da fala e da escrita, aumentar a sociabilidade do grupo e quebrar a timidez", afirma Atte Mabel Bottelli, professora da Faculdade Angel Viana e da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

http://revistaescola.abril.com.br/educacao-fisica/pratica-pedagogica/danca-escola-educacao-pra-la-fisica-424014.shtml

Por Genislei José de Oliveira
em 02-02-2016, às 08h18.

A dança é uma importante forma de expressao do corpo e também uma boa forma de socialização, logo e uma importante ferramenta a ser inserida no contexto escolar.

Por Ana Luíza Ferreira
em 02-02-2016, às 13h57.

A dança tem uma proposta voltada para a experimentação e criação. A partir de uma concepção baseada nos princícios da arte e educação, busca envolver e despertar no indivíduo, antonomia e conciencia de seus propríos limites ampliando assim sua capacidade criativa, expressiva e comunicativa. 

Por Monica C. M. Souza
em 04-03-2016, às 01h37.

Car@s

Os conselhos de educação física de forma equivocada e oportunista, tentaram ilegalmente (mas nunca conseguiram) USURPAR a "Dança". Pois esta  é uma atividade de outra área de conhecimento que é a ARTE. Foi puro interesse mercadológico, pois todos sabem que nem aqui nem na China, Profissional de Educação Física NÃO  não tem legitimidade para atuar nessa área seja como professor, artista, bailarino, coreógrafo MUITO MENOS como profissional de Dança,  qualquer tipo de atividade artistica ou da área de Arte.

Enfim isso é  algo obvio. Só faltava ter mais ética e respeito mesmo.

*Entendam uma coisa DANÇA é da área de Arte. Sendo que profissional de Educação Física NÃO tem legitimidade para atuar nessa área.   É cada profissonal de Educação Física sem noção que aparece por Aqui falando bobagem e se queimando por falta de ética. Ana Luiza profissional de Educação Física NÃO é profissional de Arte-Educação.   Profissional de Arte Educação é quem tem graduação em Dança, Teatro, Música, Artes Visuais e Audiovisual, Estas graduações pertencem à área de ARTES. Não tem nada a ver com a área muito menos profissionais de educação física.   At

 

Por Monica C. M. Souza
em 04-03-2016, às 01h41.

É cada bobagem que esse povo fala sobre Dança que dá até vergonha...

*Entendam uma coisa DANÇA é da área de Arte. Sendo que profissional de Educação Física NÃO tem legitimidade para atuar nessa área

 

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 09h31.

A dança, como um todo, tem uma grande contribuição no desenvolvimento cognitivo do indivíduo, trazendo uma carga de sociabilidade e auxiliando o relacionamento deste com demais indivíduos do seu meio. Quando aplicado como ferramenta da educação, na forma de trabalhar o corpo, faz com que a coordenação motora seja inserida no aprendizado de quem a pratica, sendo essa uma de suas grandes contribuições, pois toda carga de técnica nos movimentos mecânicos se reflete em ganho para quem dança.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 11h31.

Os benefícios da dança como uma atividade física são bem conhecidos: flexibilidade, melhora do condicionamento aeróbico, aprimoramento da coordenação motora e perda de peso, entre tantos outros. Mas pouco se fala da dança como uma terapia para a alma. Basta observar com um pouco mais de atenção para perceber que os resultados vão muito além do bem-estar físico. Socialização, combate à depressão e à timidez, alegria, auto-estima elevada e disposição para encarar as dificuldades do dia-a-dia são apenas algumas das transformações que se nota. Muito além da técnica, ao ensaiar os primeiros passos, a pessoa se desprende dos medos e preconceitos e vê seu estilo de vida ser transformado pouco a pouco.

Por Júlia Zanúncio Araujo
em 28-05-2016, às 16h15.

Realmente a Dança não é uma área que possa ser apropriada pelos profissionais de Educação Física, já que, apesar de envolver o movimento corporal, entre a Educação Física e a Dança há grandes diferenças na abrangência e direcionamento do conhecimento. No entanto, da mesma maneira que se deve valorizar o profissional da Dança, é muito importante que crianças tenham a oportunidade de vivenciá-la. Contudo, já existe na escola uma matéria legalmente habilitada para atuar na área artística, que é onde a Dança está inserida. A disciplina de Educação Artística deveria englobar as várias linguagens da arte durante a Educação Básica, todavia o que se vê ultimamente é a incorporação da arte, da pintura e, vez ou outra, da escultura, limitando assim a vivência do aluno a atividades de artes plásticas, que não garantem ao corpo expressividade e mobilidade (STRAZZACAPPA, 2009). De fato, a Educação Física não deve apropriar-se dessa área artística, já que os profissionais não tem a formação necessária para lidar com as especificidades da profissão. No entanto, é compreensível que estas instituições, por terem uma relação de certa interdependência, podem ousar se apropriar uma das outras por serem ligadas através da proposta do movimento corporal. O que se deve fazer diante deste cenário? O ideal seria que a dança estivesse mais bem inserida na escola no componente curricular a ela cabível e houvesse a interdisciplinaridade entre esses dois componentes curriculares, que juntos podem complementar a formação da criança. A escola, na atualidade, é um local com grande potencial para o desenvolvimento da dança, mas não podemos esquecer que esta pode ser explorada em diversos ambientes fora da escola com qualidade, profundidade, compromisso, amplitude e responsabilidade (MARQUES, 1997).

Por Gabriela da Silva Celso
em 31-05-2016, às 21h22.

A dança tem muito a contribuir no contexto escolar, se trata de uma ativudade de expressão corporal que traz muitos benefícios como flexibilidade, condicionamento aeróbico,perda de peso, coordenação motora e etc, além que auxliar muito também nos aspectos sociais como integraçao, socializaçao e melhora na auto estima. Então acredito que a dança pode sim ser vista com bons olhos no contexto escolar.

Por Petterson Ananias S
em 20-06-2016, às 21h18.

Uma das finalidades da dança na escola é permitir a criança evoluir em relação ao domínio do seu corpo, assim desenvolverá e aprimorará suas possibilidades de movimentação, descobrindo novos espaços, formas, superação de suas limitações e condições para enfrentar novos desafios quantos aspectos motores, sociais, afetivos, e cognitivos. Dentre a variedade de experiências de movimentos que a criança explora em sua descoberta de mundo, o presente estudo destaca a dança com o objetivo de esclarecer sua importância para o desenvolvimento piscomotor em crianças que se encontram na Pré-Escola. A dança se apresenta como ferramenta fundamental na Educação Infantil, pois oportuniza o desenvolvimento psicomotor da criança, sendo assim deve ser valorizada na prática da Educação Física escolar.

 

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.