Violência e Abandono no Estádio do Maracanã: a Construção do Caos Para Legitimar o Processo de Privatização

Por: Krycia da Silva Perni.

III Simpósio Internacional Futebol, Linguagem, Artes, Cultura e Lazer e II Seminário Futebol nas Gerais

Send to Kindle


Resumo

O Brasil  é  reconhecidamente  como  o  país  do  futebol,  mesmo  sendo  a  Inglaterra criadora  desse  esporte.  O  principal  palco  do  futebol  nacional  foi  o  Estádio  Mario  Filho,  de alcunha  Maracanã  e  conhecido  mundialmente,  sobretudo,  por  ter  sido  o  maior  estádio  em capacidade  de  público.  Um  estádio  com  características  singulares,  que  abrigava  pessoas  detodas   as   classes   e   que   possuía   uma   grande   representação   simbólica   para   sociedade.Entretanto,  com  o  aumento  da  violência  entre  as  torcidas  e  o  grande  abandono  por  partedoEstado, o Maracanã sofreu grandes modificações em sua estrutura interna. O presente estudoempenha-se,  portanto,  em  analisar  a  construção  do  caos  para  legitimar  o  processo  deprivatização  do  mesmo.  A  partir  de  então,  temos  um  novo  modelo  de  estádio  (padrão  FIFA)imposto  em  nossa  cultura,  tendo  como  algumas  de  suas  características  o  consumo  e  asegregação.


 

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-iii-simposio-internacional-futebol-linguagem-artes-cultura-e-lazer-e-ii-seminario-futebol-nas-gerais/

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.