Send to Kindle


Resumo

P esquisas em várias partes do mundo vêm sendo realizadas para compreender os fatores que interferem no sucesso internacional do Esporte de Alto Rendimento (EAR) (Houlihan e Green (2008; De Bosscher et al., 2015). Neste contexto, a gestão de dados torna-se estratégica para que as organizações do esporte possam usufruir do conhecimento e dos processos que envolvem o sucesso na gestão esportiva (Sands et. al., 2017; Link, 2018; Ferreira et al., 2018). Neste contexto, os testes de validação complementam o uso de técnicas formais e o embasamento da literatura no desenvolvimento de ferramentas confiáveis, uma vez que é importante assegurar a confiabilidade e validade dos instrumentos (De Bosscher et al., 2010). O objetivo deste estudo é validar um modelo de gestão de informações do EAR. Por meio de métodos mistos, numa primeira fase, um banco de dados MySQL, composto por oito dimensões e 75 tabelas articuladas por meio de 185 relacionamentos, foi submetido à validação de conteúdo realizada por dez especialistas da área de gestão esportiva e também da área de tecnologia da informação. A avaliação mediu o grau de relevância, a pertinência e a clareza das dimensões do modelo, assim como dos critérios de categorização dos dados. Já na segunda fase, valendo-se de tabelas cruzadas para cada dois avaliadores, aplicou-se o teste de Fisher, em tabelas 2 x 2 (amostra < 20), com nível de significância de 5% para medir a confiabilidade e validade do conteúdo. Todos os especialistas responderam que as oito dimensões do modelo (1. Legislação; 2. Recursos Financeiros; 3. Entidades e Governança; 4. Infraestrutura Esportiva; 5. Equipamentos e Materiais Esportivos; 6. Atletas e Profissionais do Esporte; 7. Eventos e Resultados Esportivos; 8. Ciência e Tecnologia) são imprescindíveis, pertinentes e claras. Similarmente, os critérios de categorização das informações foram avaliados com 98% (p>0,05) de pertinência e 99% (p>0,05) de clareza. Concluiu-se que o elenco de dimensões apresentadas por este estudo é pertinente ao contexto esportivo, apropriada e adequada à gestão esportiva, além de seus conceitos estarem redigidos com clareza e simplicidade. Adicionalmente, a baixa frequência de discordância não afeta a qualidade do modelo. Sendo assim, infere-se que o modelo pode permitir a produção de informações confiáveis e, consequentemente, a geração de conhecimento, qualificando a tomada de decisão por meio uma ferramenta de tecnologia da informação. 

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.