Teste de Corrida de Carminatti: Análise da Reprodutibilidade do Pico de Velocidade em Jovens Militares

Por: Anderson Santiago Teixeira, Juliano Fernandes da Silva, Lorival José Carminatti, Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo, Ricardo Dantas de Lucas e Thiago Cascaes dos Santos.

Revista da Educação Física - UEM - v.26 - n.2 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a reprodutibilidade relativa e absoluta do pico de velocidade obtido no teste de corrida de Carminatti (TCar) em jovens militares. Para tanto, trinta militares (idade = 19 ± 1,08 anos, massa corporal = 69,15 ± 7,55 kg, estatura = 1,75 ± 0,526 m, percentual de gordura = 8,68 ± 3,15 %) da Marinha do Brasil realizaram o TCar por duas vezes, no mesmo horário, com o intuito de minimizar a interferência das variações biológicas, com 48 horas de intervalo entre cada avaliação. Foi encontrado um baixo erro intra-individual (CV = 1,5%), indicando uma excelente reprodutibilidade absoluta quando se obtém o PV em indivíduos com as características da presente amostra e uma boa reprodutibilidade relativa (r=0,73). Desta forma, os resultados do presente estudo apontam que o TCar apresenta uma boa reprodutibilidade absoluta e uma moderada reprodutibilidade relativa para população de jovens militares

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/23244

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.