Send to Kindle


Resumo

Os esportes paralímpicos possuem regras e competições, fazendo com que os atletas e treinadores passem a desenvolver estratégias e planejamentos de treinos para aumentar suas chances de sucesso. Com isso, podemos analisar o desempenho das equipes em competições através do scout, que poderá fornecer dados primordiais como a quantidade de golpes utilizados em um game ou a sequência de golpes com maior execução, oportunizando informações úteis para prescrição de treinamentos técnicos, táticos e físicos, levando-se em consideração o contexto da partida. Objetivo: Identificar a sequência de golpes predominantes na vitória de jogos de Parabadminton da classe Wheelchair simples masculino. Metodologia: Foi realizada uma análise notacional dos golpes e serviços, a partir da análise observacional de partidas de Parabadminton. A amostra foi composta por 09 jogos do campeonato Sheikh Hamdan bin Rashid Al Maktoum 3rd Dubai Para Badminton International 2021, da categoria simples masculino, disponível na plataforma Youtube no canal Dubai Club For People Of Determination, sendo quatro jogos da classe WH1 e cinco jogos da classe WH2, utilizando o scout para coleta de dados. Após a análise, foram realizadas a categorização dos serviços e das sequências vitoriosas de golpes (golpe/resposta/ponto vencedor) com quantidade de vezes que a mesma foi executada por classe e o percentual de ocorrência. Resultados: Os resultados obtidos mostraram que o saque curto Backhand foi o serviço com maior conversão de pontos e o saque curto Forehand o que menos marcou pontos em ambas as classes e a sequência vitoriosa Clear/Drop-shot/Net-shot foi predominante no WH1 com 10,5% e o Clear/Clear/Smash com 9,1% para o WH2. Conclusão: É identificado que logo após uma sequência de golpes longos, o rali é finalizado por golpes curto na maioria dos casos. Isso pode ser pelo fato de que ao direcionar a peteca para o fundo da quadra, dependendo da habilidade de movimentação da cadeira do adversário, o mesmo irá rebater e terá dificuldade de retornar para o meio ou frente da quadra, fazendo com que seja utilizado utilize um golpe curto e rápido. Percebe-se a dificuldade dos atletas de responder a saques curtos, podendo ser um sinal que precisa melhorar essa técnica. Com os dados obtidos através da análise espero poder auxiliar técnicos e atletas na elaboração de treinos e estratégias específicas, a fim de obter o melhor desempenho em quadra. 

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.