Reflexões Sobre a Formação de Treinadores/as à Luz da Teoria Histórico-cultural

Por: Daniela Bento Soares e .

Pensar a Prática - v.25 - 2022

Send to Kindle


Resumo

Este artigo parte da abordagem onto-epistemológica relativista e interacionista para discutir a formação profissional de treinadores/as de esportes e práticas corporais. A partir da análise de programas dessa finalidade, ressalta contribuições da teoria de Lev Vygotsky, destacando: a interação entre a base biológica humana e o meio e as estratégias pedagógicas e avaliativas, o desenvolvimento potencial e as interações entre treinadores/as de experiências variáveis e a importância das vivências (perijivânie) e as relações de afeto entre aprendizes/as e mediadores/as. Para tanto, destaca iniciativas que contemplam estratégias pedagógicas afins e sugere a adoção de práticas que incentivem o diálogo, a aproximação com os contextos de atuação e o compartilhamento de conhecimentos.

Endereço: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/70462

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.