Protocolo de Atividade Física Remoto Para Grupos de Academia da Saúde e Estratégia de Saúde da Família

Por: Amanda Tener Lima, Cinthya Rafaella Magalhães da Nóbrega Novaes, Flávia Accioly Canuto Wanderley, Isabela Moura Falcão, Maria Clécia Bezerra Soares e Rafael Barros Alves.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.25 - n.1 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Considerando a necessidade de manter o vínculo e serviços prestados a usuários da atenção primária à saúde, durante o distanciamento social exigido pela pandemia provocada pelo SARS-CoV-2, o objetivo deste estudo foi apresentar o modelo lógico para elaboração e implementação de um protocolo de Prática Corporal/Atividade Física remota, disponibilizado por tecnologias, e avaliar a adesão dos usuários a este protocolo. O protocolo foi desenvolvido por profissionais de educação física das Academias de Saúde e Núcleo Ampliado em Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) do município de Arapiraca, Alagoas. Após reuniões virtuais entre gestão e profissionais e enquetes com os usuários, o Agite em Casa foi implementado em 32 grupos de saúde. Os exercícios estão sendo disponibilizados duas vezes por semana e são escolhidos de acordo com as características do grupo. Para facilitar a prescrição foi criado um banco com 53 vídeos e 26 mosaicos que apresentam a descrição e demonstração dos exercícios. Dos 754 usuários que participavam dos grupos de atividade física antes da pandemia, 344 (45,6%) aderiram ao protocolo remoto, e 225 (33,9%) participaram efetivamente do Agite em Casa.

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes do NASF: Núcleo de Apoio a Saúde da Família. Cadernos de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 152 p.

Carvalho FFB, Silva RG, Oliveira RB. A essencialidade das academias de ginástica para a saúde diante da pandemia da COVID-19 no Brasil. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2020;25:e0116.

World Health Organization. Stay physically active during self-quarantine. Regional office for Europe, 2020. [citado 2020 jul 25] Disponível em: https://www.euro.who.int/en/health-topics/health-emergencies/coronavirus-covid-19/technical-guidance/stay-physically-active-during-self-quarantine.

Brasil. Decreto nº 10.344 de 08 de maio de 2020. Altera o Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020, que regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, para definir os serviços públicos e as atividades essenciais. Diário Oficial da União, 2020.

Dominski FH, Brandt R. Correction to: Do the benefits of exercise in indoor and outdoor environments during the COVID 19 pandemic outweigh the risks of infection? Sport Sci Health. [ cited in 2020 Nov 08]. Available in: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26878928/ [Epub ahead of print].

Jang S, Han S, Rhee J. Cluster of Coronavirus Disease Associated with Fitness Dance Classes, South Korea. Emerg Infect Dis. 2020;2(8):1917-20.

Souza Filho BAB, Tritany EF. COVID-19: importância das novas tecnologias para a prática de atividades físicas como estratégia de saúde pública. Cad. Saúde Pública. 2020:36(5):e00054420.

Tripp D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo. 2005;31(3):443-66.

World Health Organization. Physical Activity. Geneva: World Health Organization, 2018. Disponível em: https://www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/physical-activity.

Ha Dinh TT, Bonner A, Clark R, Ramsbotham J, Hines S. The effectiveness of the teach-back method on adherence and self-management in health education for people with chronic disease: a systematic review. JBI Database System Rev Implement Rep. 2016 Jan;14(1):210-47.

Ferreira SGF, Vivolo MA. Diabetes na prática clínica: Atividade física no Diabetes tipo 1 e 2: Bases fisiopatológicas, importância e orientação. In: Diabetes na prática clínica. [E-Book 2.0]. Sociedade Brasileira de Diabetes, 2015. Disponível em: https://ebook.diabetes.org.br/component/k2/item/75-capitulo-8-atividade-fisica-no-diabetes-tipo-1-e-2-bases-fisiopatologicas-importancia-e-orientacao.

Oliveira Neto L, Elsangedy HM, Tavares VDO, Teixeira CVLS, Behm DG, Da Silva-Grigoletto ME. #TreineEmCasa – Treinamento físico em casa durante a pandemia do COVID-19 (SARS-CoV-2): abordagem fisiológica e comportamental. Rev Bras Fisiol Exerc 2020;19(2supl):S9-S19.

Chen P, Mao L, Nassis GP, Harmer P, Ainsworth BE, Li F. Coronavirus disease (COVID-19): The need to maintain regular physical activity while taking precautions. J Sport Health Sci. 2020;9(2):103-4.

Pitanga FJG, Beck CC, Pitanga CPS. Atividade Física e Redução do Comportamento Sedentário durante a Pandemia do Coronavírus. Arq. Bras. Cardiol. 2020;114(6):1058-60.

Deif HIA; Elsawi K; Selim M; NasrAllah MM. Effect of an Educational Program on Adherence to Therapeutic Regimen among Chronic Kidney Disease Stage5 (CKD5) Patients under Maintenance Hemodialysis. Journal of Education and Practice. 2015;6(5),21-33.

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14370

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.