O Vestido da Cigana: Práticas de Sustentabilidade Ambiental, Cultural e Econômica

Por: Regilan Deusamar Barbosa Pereira.

XI Congresso da ABRACE

Send to Kindle


Resumo

O que a veste revela sobre a pessoa vestida? Ao considerar os hábitos de vestimenta nos termos das sociedades globalizadas, a resposta é empobrecida de cultura, valores humanizados e respeito ao meio ambiente. O vestido da cigana em si se constituiu como uma realização artística e de fabricação artesanal, que objetivou a valorização da cultura afro-brasileira e dos materiais de origem vegetal, e buscou representar a mulher que conhece e cuida do próprio corpo, que veste a própria cultura e cuida da natureza. O método de verificação da fabricação de arte técnica foi desenvolvido no ateliê de costura, considerado como laboratório de análises de materiais e tecnologias. A fundamentação teórica se desenvolveu a partir dos estudos de Patricia Rieff Anawalt em A história mundial da roupa, para análise da cultura da confecção da veste de origem africana; as análises de Patrice Pavis em Dicionário da performance e do teatro contemporâneo, contribuíram para questionamentos provocativos acerca das relações econômicas no tempo presente, e os estudos de Hebert Read em A educação pela arte, colaboraram para que a produção e o consumo do vestuário fossem compreendidos como aprimoramento cultural e educacional.

Endereço: http://cev.org.br/eventos/xi-congresso-da-abrace/

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.