O Que Explicaria o Fantástico Fenômeno de Rendimento Esportivo dos Corredores Africanos?

Por: Claudio Andre Barbosa de Lira, Fábio Carderelli Minozzo, João Bosco Pesquero, , Marília dos Santos Andrade, Paulo César Montagner, Rafael Júlio de Freitas Guina Fachina e Rodrigo Luiz Vancini.

Brazilian Journal of Biomotricity - v.7 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Atualmente, um fenômeno interessante capaz de demonstrar a estreita relação entre a genética, o ambiente e o desempenho físico, é a dominância dos corredores africanos (quenianos e etíopes) nas corridas de longa distância. Nesse sentido, alguns fatores (o estilo de vida na infância, a motivação psicológica para o sucesso econômico e social, o tipo de dieta, o tipo de treinamento físico, o biótipo, o perfil fisiológico e bioquímico e o background genético) da intrigante e complexa interação entre o genótipo e fenótipo têm sido propostos na tentativa de explicar o extraordinário sucesso esportivo dos corredores africanos. Dessa forma, objetivo do presente artigo de atualização é abordar alguns dos fatores responsáveis por esse fenômeno do desempenho atlético no restrito universo dos corredores quenianos e etíopes.
 

Endereço: http://www.brjb.com.br/index.php?id_pag=1009&chave=25

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.