O Que Apontam os Números: o Futebol de Mulheres em Três Décadas na Revista Placar

Por: Daniel Leal e Giovana Borges Mesquita.

Futebol das Mulheres no Brasil: Emancipação, Resistências e Equidade.

Send to Kindle


Resumo

Introdução

Devido ao Decreto-lei3 nº 3.199 de abril de 1941, em pleno Estado Novo no Brasil, ditadura do governo Getúlio Vargas, as futebolistas ficaram oficialmente 38 anos impedidas de entrar em campo no Brasil, relegadas à clandestinidade. A diferença entre a primeira Copa de Mundo masculina e a primeira feminina foi superior a seis décadas (com homens a partir de 1930 e mulheres, 1991); a futebolista profissional esteve ainda por quase um século fora dos Jogos Olímpicos da era moderna – com homens desde 1900 e mulheres, 1996 (MIRAGAYA, 2002).

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.