Nível de Atividade Física dos Estudantes de Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Espírito Santo

Por: Alexandre Melo, Ana Paula Lima Leopoldo, Andre Leopoldo, Everton Carvalho, Felipe de Sá e Jóctan Cordeiro.

Revista da Educação Física - UEM - v.27 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Mudanças comportamentais, como baixos níveis de atividade física, são observados em estudantes recém ingressados na universidade e colocam a saúde em risco. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar os níveis de atividade física (NAF) em acadêmicos do curso de Educação Física da Universidade Federal do Espírito Santo. O presente estudo constitui uma pesquisa transversal, sendo a amostra composta por 285 graduandos de ambos os gêneros dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Educação Física. Utilizou-se o questionário internacional de atividade física (IPAQ), em sua versão curta, para medida do NAF dos estudantes. Os acadêmicos apresentaram alta prevalência de atividade física classificada como Muito Ativo e Ativo (86%) e baixa prevalência de Sedentário (14%), classificados como Irregularmente Ativo A, B e Sedentário. Os resultados mostram que os cursos de Bacharelado e Licenciatura apresentam alta prevalência de atividade física classificada como Ativo e Muito Ativo.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/28072

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.