Movimento Escapular: Padrão de Normalidade e Suas Alterações na Disfunção

Por: Daniela Aldabe e Marcelo Peduzzi de Castro.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.17 - n.4 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O conhecimento do exato papel da escápula em relação à função do membro superior é de extrema importância para compreensão do movimento humano, assim como, para entendermos as conseqüências e os motivos das alterações em seu padrão de normalidade. Neste sentido, muitos trabalhos vêm sendo realizados visando esclarecer o padrão de movimento normal, as estruturas que estão relacionadas a este padrão e as possíveis causas das disfunções, além de investigar as implicações causadas por tais disfunções em outras estruturas; entretanto, tais idéias são apresentadas de maneira fragmentada. Assim, a proposta do presente estudo é realizar uma revisão da literatura sobre a função da escápula e suas alterações na disfunção. Para isso, foi realizada uma busca na base de dados da PubMed por “scapulohumeral rhythm”, “scapular motion” e “scapular disfunction”, onde foram selecionados artigos entre 2000 e 2006. Os artigos selecionados foram analisados a fim de relacionar as evidências encontradas em uma idéia global. Nota-se que uma série de estruturas necessitam estar em pleno equilíbrio para manter o padrão cinético e cinemático normal. Uma alteração cinética geralmente acaba promovendo uma alteração cinemática, da mesma forma que a alteração cinemática impõe grande influência para promover uma alteração cinética. Desta forma, deve-se realizar uma avaliação minuciosa levando em consideração tanto os aspectos cinéticos quanto cinemáticos, porque só assim se consegue o equilíbrio necessário para a função normal do membro superior.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/1297

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.