Frequência do Comportamento Sedentário e Relação com Perfil Antropométrico em Meninas e Meninos

Por: Dhulyane Alberti Dias, Francisco José de Menezes Júnior, Kátia Sheylla Malta Purim, Maiara Cristina Tadiotto, Neiva Leite, Patricia Ribeiro Paes Corazza e Thiago Augusto Biscouto.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.24 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O avanço tecnológico proporcionou atividades de diversão sedentárias, o que pode acarre-tar excesso de peso para população infantojuvenil. O objetivo foi analisar o perfil antropométrico deadolescentes, de acordo com a presença ou não de comportamento sedentário (CS). Participaram 326meninos e 480 meninas, de 10 a 17 anos. Mensuraram-se: massa corporal, estatura e circunferênciade  cintura  (CC).  Calcularam-se  o  índice  de  massa  corporal  escore  z  (IMC-z)  e  a  relação  cintura/estatura  (RCEst).  O  CS  foi  obtido  pela  análise  do  tempo  de  tela,  dividindo-os  em  dois  grupos:Grupo BaixoCS ( < 2h/dia, n = 194) e Grupo CS ( ≥ 2h/dia, n = 612). Dividiu-se por sexo: GrupoBaixoCS (?n = 138; ? n = 56) e Grupo CS (?n = 342; ? n = 270).

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14171/10989

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.