Foco de Atenção na Aprendizagem do Golpe de Judô: o Soto Gari

Por: , Fábio Rodrigo Ferreira Gomes, Fernando Ikeda Tagusari, Frank Shiguemitsu Suzuki e Thiago Augusto Costa de Oliveira.

Coleção Pesquisa em Educação Física - v.19 - n.4 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Tradicionalmente, os professores ensinam os golpes de judô de forma estática com o oponente parado, e a primeira parte do golpe é o kuzushi (desequilíbrio), que é um componente primordial para o sucesso na projeção do oponente. Estudos sobre o kuzushi concluem que essa estratégia não proporciona o desequilíbrio no oponente. O foco de atenção pode afetar o processo de aprendizagem de habilidades motoras, e ao investigar as instruções realizadas nos estudos com Judô, percebe-se várias estratégias de foco de atenção sendo utilizadas concomitantemente. O objetivo do presente estudo foi verificar a influência do foco de atenção interno e externo na aprendizagem do golpe judô o soto gari. Participaram 28 crianças, ambos os sexos, de oito a dez anos, distribuídos em quatro grupos experimentais: GEI – Grupo Estático Foco Interno; GEE – Grupo Estático Foco Externo; GMI – Grupo Movimento Foco Interno; GME – Grupo Movimento Foco Externo. A tarefa foi o golpe de Judô o soto gari. A avaliação foi por meio de vídeo utilizando checklist nas três fases: pré-teste, pós-teste, teste de retenção. Na aprendizagem do golpe de Judô o soto gari, os grupos com foco externo foram superiores aos grupos com foco interno, principalmente quando associado a prática com movimento. Já no kuzushi, nenhum grupo apresentou melhora, especificamente para deixar o oponente desequilibrado. Assim, pode-se concluir que ao utilizar o foco de atenção foi eficiente, mas para a aprendizagem do kuzushi, possivelmente movimentações específicas no processo ensino-aprendizagem, similares a condição de luta, proporcionando assim o desequilíbrio do oponente.

Endereço: https://www.fontouraeditora.com.br/periodico/home/viewArticle/1498

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.