Estresse Laboral e Síndrome de Burnout: Percepção dos Treinadores do Novo Basquete Brasil (nbb)

Por: Cleiton Pereira Reis, Daniel Alvarez Pires, Fernando de Azevedo Alves Pereira e .

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.10 - n.4 - 2020

Send to Kindle


Resumo

O estudo tem como objetivo identificar os fatores que podem causar o estresse laboral e a síndrome de burnout, bem como suas manifestações e seus efeitos, em treinadores de basquetebol de alto rendimento. Doze treinadores da principal liga profissional de basquetebol masculino do Brasil participaram de entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados a partir da elaboração de miniunidades (MUs). Os resultados apresentaram 288 MUs associadas às seguintes categorias: i) fatores associados ao estresse (divididos em: fatores organizacionais, fatores de desempenho e fatores da rotina do treinador) (208 MUs); e ii) fatores geradores de burnout (80 MUs). Em relação à síndrome de burnout, apenas a dimensão reduzido senso de realização esportiva não foi manifestada. A adoção de estratégias de recuperação física, mental e social, associadas às estratégias de coping (enfrentamento do estresse) são medidas importantes para a redução e controle do estresse e, consequentemente, do burnout.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBPE/article/view/11965

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.