Efeito do Treinamento Físico Militar em Indicadores de Desempenho Físico de Alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército

Por: Bruno Eduardo do Nascimento e Silva.

2019 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Resumo: O Exército Brasileiro tem a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) como porta de entrada para a carreira de oficial combatente. Dentre diversas disciplinas curriculares, o treinamento físico militar (TFM) é a responsável por desenvolver a aptidão física dos alunos, além de prepará-los para o combate, bem como elevar os níveis de confiança e motivação. Porém são escassas as informações quanto as respostas dos alunos durante a realização do TFM. Assim, o presente estudo teve por objetivo verificar o efeito do TFM em indicadores de desempenho físico dos alunos, durante o ano letivo na EsPCEx. Participaram da presente pesquisa 305 homens com idade entre 18 e 21 anos, regularmente matriculados na EsPCEx e distribuídos em três companhias de alunos. Em todos os dias de TFM foi monitorada a carga interna (Foster et al, 1998), a qualidade da recuperação (Kenta, Hassmén, 1998) e anotado o conteúdo de treinamento. Para avaliar os indicadores de desempenho físico foram realizados testes motores, corrida de 3000 metros, natação de 50 metros, repetição máxima de flexão de braços, repetição máxima de flexão na barra e teste de repetição máxima de abdominal, em três momentos: antes do inicio (M0), após 12 semanas (M1) e na 19ª semana. Após coleta, os dados foram analisados com teste não-paramétrico de Kruskal-wallis para medidas descritivas da carga e conteúdo de treinamento, bem como aplicada a técnica de análise de variância para modelo de medidas repetidas em grupos independentes, complementado com o teste de comparações múltiplas de Bonferroni, para verificar as medidas descritivas dos testes segundo companhia e momento de avaliação (p<0,05). Os principais resultados apontam para: i) quanto ao conteúdo, há o predomínio da resistência aeróbia associado a resistência de força, com 34,04% na 1ª companhia, 39,21% na 2ª companhia e 34,19% na 3ª companhia; ii) nos testes motores, em todas as companhias houve melhora no desempenho (p<0,05) e, por fim, a carga interna apresentou distribuição ondulatória. Conclui-se assim que a organização do conteúdo e carga aplicada tem gerado efeito positivo no desempenho de alunos do exército

Citação: SILVA, Bruno Eduardo Nascimento. Efeito do treinamento físico militar em indicadores de desempenho físico de alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército. 2019. 1 recurso online (54 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.

Endereço: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/335117

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.