Efeito da Meta de Aprendizagem na Aquisição do Golpe de Judô o Soto Gari

Por: Fernando Ikeda Tagusari.

65 páginas. 2019 14/03/2019

Send to Kindle


Resumo


De acordo com a Aprendizagem Motora, os golpes de Judô podem ser classificados como habilidades seriadas - implicam a realização de uma sequência de movimentos (componentes) que resulta no desequilíbrio (kuzushi), encaixe (tsukuri) e finalização (kake) do oponente - e abertas - o oponente se movimenta constantemente durante a luta. Tradicionalmente, as técnicas são ensinadas por meio do uchi komi que se caracteriza pela repetição de golpes sem a sua finalização e praticado com pouca ou nenhuma reação do oponente. Considerando a classificação dos golpes, o ensino por meio do uchi komi apresenta limitações por não levar em consideração o contexto da luta que é de natureza dual e dinâmica. Na área de estudos da Aprendizagem Motora, o problema de contexto tem sido investigado por meio da manipulação de dois tipos de meta: a da tarefa e a de aprendizagem. Aplicando-se esses dois tipos de meta à aprendizagem dos golpes de Judô tem-se que a meta da tarefa corresponde à meta do golpe em si e a meta de aprendizagem adiciona a essa meta a situação em que este golpe será utilizado, por exemplo, de shiai ou randori. Isto posto, o presente estudo investigou o efeito da meta de aprendizagem na aquisição do golpe o soto gari do Judô. Foi delineado um experimento constituído por 7 sessões de prática, divididas em: a) pré-teste, que ocorreu na 1ª sessão e objetivou a formação dos grupos experimentais; b) fase de aquisição, da 2ª à 6ª sessões, de prática do golpe o soto gari; c) teste de transferência imediato (TRi) na 6ª sessão realizado imediatamente após a última sessão de prática; d) teste de transferência atrasado (TRa), realizado 7 dias após a 6ª sessão. Os testes de transferência foram constituídos por uma situação de luta controlada. Os participantes (n=24) foram distribuídos em dois grupos experimentais (n=12): Grupo Meta da Tarefa (GMT) e Grupo Meta de Aprendizagem (GMA). Ambos os grupos receberam antes das sessões de prática instrução sobre a meta da tarefa. O GMA foi adicionalmente instruído que ao final das sessões de prática haveria uma luta na qual deveria projetar o oponente utilizando o golpe o soto gari. Na fase de aquisição, em cada bloco das sessões de prática, os participantes assistiram a 3 formas diferentes de executar o golpe o soto gari. Os praticantes foram livres para escolher dentre as 3 formas do golpe uma que iria praticar durante o bloco todo. As escolhas de cada participante foram registradas. Como medidas de desempenho nos testes de transferência foram consideradas: a) a quantidade de tentativas do golpe realizadas; b) em caso de sucesso na execução do golpe, esta foi avaliada seguindo os critérios estabelecidos pela Federação Internacional de Judô para pontuação. Os resultados mostraram que o GMA, ao receber a meta da aprendizagem, elaborou estratégias na escolha das formas de execução do golpe, apresentou superioridade em relação ao GMT na quantidade de tentativas do golpe e, no quesito pontuação, obteve melhora no TRa em comparação ao TRi
 

Endereço: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39136/tde-14062019-104515/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.