Desempenho Motor de Escolares do Sexo Feminino Selecionadas Para Uma Equipe de Rugby: Programa Vem Ser Pelotas

Por: Camila Borges Müller e Eraldo dos Santos Pinheiro.

40º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte SIMPOCE

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O “Vem Ser Pelotas” é um programa de desenvolvimento esportivo para escolares que apresentam características propícias para o esporte de rendimento. Inicialmente, o programa avalia escolares do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio através de uma bateria de medidas antropométricas (estatura, massa corporal, altura tronco-cefálica, envergadura e diâmetro biacromial) e testes motores (força isométrica de preensão manual, potência de membros inferiores e superiores, flexibilidade, agilidade, velocidade e capacidade cardiorrespiratória). Posteriormente, o programa identifica escolares que apresentam características antropométricas e habilidades motoras de acordo com as demandas das modalidades que compõem o programa (remo, taekwondo, handebol e rugby). Até o momento, foram avaliados 1217 escolares em 16 escolas municipais e selecionados jovens para o remo e para rugby. Nesse sentido, o objetivo do estudo foi descrever e comparar o desempenho motor das escolares selecionadas para compor a equipe de Rugby. Métodos: De acordo com as demandas do jogo, as variáveis consideradas para seleção foram velocidade (corrida em 20m), agilidade (quadrado) e potência de membros inferiores (salto horizontal). Foram selecionadas 42 meninas, sendo 24 de 13 anos e 18 de 14 anos que apresentaram, no mínimo, percentil 80 em pelo menos uma das variáveis do desempenho motor importantes para o Rugby. Os dados descritivos foram apresentados em média ± desvio padrão; a ANOVA one-way foi realizada para identificar as diferenças entre idades. Resultados: Aos 13 anos, as médias de velocidade (VEL), agilidade (AGI) e potência de membros inferiores (PMI) das selecionadas foram, respectivamente: 3,95 ± 0,47 s, 6,73 ± 0,49 s e 145,04 ± 14,98 cm. Já em 14 anos, as médias foram, para VEL, AGI e PMI, respectivamente: 4,09 ± 0,43 s, 7,06 ± 0,48 s e 139 ± 16,96 cm. Entre idades, apenas AGI apresentou diferença significativa (p = 0,037). Adicionalmente, obtiveram percentil 80, 25 meninas em apenas uma das variáveis, 8 meninas em pelo menos duas variáveis e 9 meninas nas três variáveis. Conclui-se que escolares do sexo feminino de 13 e 14 anos selecionadas para o rugby foram semelhantes no desempenho motor em VEL e PMI, e meninas de 13 anos obtiveram desempenho superior em agilidade.

Endereço: http://celafiscs.org.br

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.