Corporeidade e Yoga na Educação Infantil: Experiências e Descobertas

Por: Fernanda Rossi.

Motricidades - v.4 - n.2 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Pretendemos neste artigo estabelecer uma aproximação entre a corporeidade, a educação infantil e a vivência do yoga na infância. Para promover esse encontro, lançamos um olhar fenomenológico para as experiências das crianças com base nos pressupostos da corporeidade e da motricidade como condição existencial e de criação do mundo. As reflexões resultam de uma proposta de vivências em yoga, com duração de um ano, realizada com crianças de quatro e cinco anos de idade provenientes de duas escolas públicas municipais de Bauru-SP. O entrelaçamento proposto evidenciou a elaboração de um saber corporal direcionado para a percepção e conhecimento de si e para a escuta, a sensibilidade e os afetos na relação com o outro.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília: MEC/SEB, 2010.

CHAUÍ, M. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 2000.

FEUERSTEIN, G. A tradição do yoga: história, literatura, filosofia e prática. 5 ed. São Paulo: Pensamento, 2001.

FLAK, M.; COULON, J. Yoga na educação: integrando corpo e mente na sala de aula. Florianópolis: Comunidade do Saber, 2007.

KUNZ, E.; COSTA, A. R. A imprescindível e vital necessidade da criança: brincar e se-movimentar”. In: KUNZ, E. (org.). Brincar e se-movimentar: tempos e espaços de vida da criança. 2 ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2017. p. 13-37.

LE BRETON, D. Adeus ao corpo: antropologia e sociedade. 6 ed. Campinas: Papirus, 2013.

LEOPOLDO E SILVA, F. Sobre ética, Merleau-Ponty e fenomenologia: ecos de um diálogo com Renaud Barbaras. Phenomenological Studies - Revista da Abordagem Gestáltica, Goiânia, v. 25, n. 2, p. 185-195, maio/ago. 2019.

MACHADO, M. M. Fenomenologia e infância: o direito da criança a ser o que ela é. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 22, n. 49/1, p. 249-264, maio/ago. 2013.

MACHADO, M. M. Merleau-Ponty & a educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

MARTINS, F. S.; CUNHA, A. C. Yoga com crianças: um caminho pedagógico-didáctico. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA, LAZER E SAÚDE, 7., 2011, Braga. Anais [...]. Braga: CIED, jul. 2011. p. 1-17.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. 5. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2018.

MERLEAU-PONTY, M. Psicologia e pedagogia da criança: curso da Sorbonne 1949-1952. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

MOREIRA, W. W. Merleau-Ponty na sala de aula e na beira do campo: contribuições para a área da educação física/esportes. In: NÓBREGA, T. P.; CAMINHA, I. O. (org.). Merleau-Ponty e a educação física. São Paulo: Liber Ars, 2019. p. 21-37.

MOREIRA, W. W.; CAMPOS, M. V. S.; SIMÕES, R. Motricidade, corporeidade e complexidade: diálogos a partir do hemisfério sul. Motricidades: Revista da SPQMH, São Carlos, v. 3, n. 3, p. 167-176, set./dez. 2019.

NÓBREGA, T. P. A atitude fenomenológica: o corpo-sujeito. In: NÓBREGA, T. P.; CAMINHA, I. O. (org). Merleau-Ponty e a educação física. São Paulo: Liber Ars, 2019. p. 69-91.

NÓBREGA, T. P. Qual o lugar do corpo na educação? Notas sobre conhecimento, processos cognitivos e currículo. Educação & Sociedade, Campinas, v. 26, n. 91, p. 599-615, maio/ago. 2005.

SARMENTO, M. J. Gerações e alteridade: interrogações a partir da sociologia da infância. Educação & Sociedade, Campinas, v. 26, n. 91, p. 361-378, maio-ago. 2005.

TELLES, T. C. B. A infância na fenomenologia de Merleau-Ponty: contribuições para a psicologia e para a educação. Revista do NUFEN, Belém, v. 6, n. 2, p. 4-13, 2014.

ZIMMERMANN, A. C.; SAURA, S. C. Corpo e espanto na filosofia de Merleau-Ponty. In: NÓBREGA, T. P.; CAMINHA, I. O. (org.). Merleau-Ponty e a educação física. São Paulo: Liber Ars, 2019. p. 119-131.

Endereço: http://www.motricidades.org/journal/index.php/journal/article/view/2594-6463.2020.v4.n2.113-126

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.