Cbce 40 Anos: Sobre Senderos Conflitantes Entre Epistemologia e Política

Por: .

Ciências do Esporte, Educação Física e Produção do Conhecimento em 40 Anos de CBCE Memória e História.

Send to Kindle


Resumo

Introdução Em texto sobre os 20 anos do CBCE (Bracht, 1998)1 concentrei-me em mostrar a importância e a influência que vinha exercendo essa entidade na construção do campo da Educação Física brasileira. Sem abandonar esse tema, gostaria, na presente reflexão, dar atenção especial a movimentos internos do CBCE a partir de uma chave de leitura que enfoca a relação entre o epistemológico e o político.2 Discutir, assim, como a tensão entre epistemologia e política afeta a visão do papel e a própria vida do CBCE considerando os desenvolvimentos da EF brasileira, bem como os respectivos contextos que são condicionantes desse debate. Uma das razões dessa escolha deve-se ao fato de que as gestões, nas quais exerci a presidência do CBCE (1991-1993 e 1993-1995), têm sido citadas como o momento de uma mudança de ênfase, qual seja, exatamente o deslocamento do político para o epistemológico (Paiva, 1994; Damasceno, 2013). Outra razão é a de que entendo ser essa uma relação bastante nevrálgica e geradora de tensões internas relevantes não só na vida do CBCE, mas que também permeia as diferentes esferas sociais, por exemplo, a educação − ver nesse sentido, atualmente, o debate em torno do projeto Escola sem Partido − a religião e a própria ciência

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.