As Relações Entre Força Máxima Voluntária e Repetições Máximas no Movimento de Flexão do Cotovelo Baseado na Circunferência Corrigida do Braço.

Por: Paulo de Tarso Maciel Pinheiro.

77 páginas. 1996 18/12/1996

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi determinar a relação entre uma contração máxima voluntária (1 RM) e as seguintes variáveis: circunferência corrigida do braço (circunferência do braço subtraída de sua dobra cutânea do tríceps), número de repetições e percentagem da força máxima voluntária dos flexores do cotovelo. A amostra foi composta por 27 indivíduos do sexo masculino praticantes de treinamento contra-resistência. A média de idade foi de 24,2 ± 4,22 e os sujeitos estavam participando de um programa de exercícios contra-resistência por pelo menos três meses antes de fazerem parte do estudo. Os indivíduos foram testados nas seguintes repetições máximas: 1,2,4,6,8,10,12,14,16,18 e 20. O coeficiente de correlação (r) entre o número de repetições e o percentual da força máxima voluntária foi –0,99 (p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=739&listaDetalhes%5B%5D=739&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.