As Implicações do Coaching Science nos Esportes de Aventura: Um Estudo de Revisão Sistemática

Por: , Tayná Iha, e Vitor Ciampolini.

Movimento - v.26 - n.1 - 2020

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a produção científica sobre o coaching nos esportes de aventura, de modo a identificar as características dos artigos, os direcionamentos metodológicos e as tendências temáticas. Para a obtenção dos artigos foi realizada uma revisão sistemática segundo as orientações do ENTREQ e PRISMA. Foram selecionados 24 artigos indexados nas bases de dados Scielo, SPORTDiscus, Web of Science, PubMed e PsycINFO. Os artigos incluídos foram, em sua maioria, publicados nos últimos cinco anos e originários do Reino Unido. O método mais utilizado foi o qualitativo, pelas técnicas de entrevistas e observações. Já as tendências temáticas dividiram-se em: atuação e desenvolvimento do treinador de esportes de aventura (TEA). Conclui-se que as características do ambiente de prática (ex: risco e instabilidade) é o que influencia diretamente a atuação e desenvolvimento do TEA. Apesar desta área ser recente, acredita-se que ela já apresenta conhecimentos de base para estudos futuros.

Endereço: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/95536

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.