Análise Temporal dos Grupos de Pesquisa da Educação Física no Brasil e Sua Vinculação com as Linhas de Pesquisa Escola, Esporte e Saúde

Por: Bruno Nunes de Oliveira, Gabrielli Thais de Mello e Jaqueline Aragoni da Silva.

Pensar a Prática - v.25 - 2022

Send to Kindle


Resumo

Analisou-se a trajetória dos Grupos de Pesquisa (GPs) da Educação Física (EF) no Brasil, caracterizando sua distribuição geográfica (estado/macrorregião) e a relação (vinculação) com as linhas de pesquisa do tripé investigativo Escola, Saúde e Esporte. Realizou-se busca parametrizada no painel DGPB Lattes. Alocou-se cada na temática principal da linha de pesquisa. Observou-se crescimento no número de GP de 1858.8% desde 1993; maior concentração nas regiões sudeste (n=250) e sul (n=181), nos estados de São Paulo (n=126) e Paraná (n=72) nas temáticas Esporte (n=247), Escola (n=122) e Saúde (n=113). Houve crescimento gradativo dos GPs da EF exceto nos 2016 a 2021, com maior número na região sudeste nas temáticas Esporte. Incentiva-se a nucleação de GPs nas regiões com menor número.

Endereço: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/70362

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.