Alex Pires: na Pista de Um Medalhista do Para Atletismo Gaúcho

Por: , Guilherme Magalhães Testa, e Vitória Crivellaro Sanchotene.

Anais do Fórum de Estudos Olímpicos 2021 e III Simpósio Latino-americano Pierre de Coubertin.

Send to Kindle


Resumo

O Para atletismo é um esporte adaptado para pessoas com deficiência física, visual ou intelectual. A modalidade inclui provas de pista, rua e campo. Para as competições do Para atletismo, os atletas são divididos em classes, de acordo com o grau de deficiência. Alex Pires, natural de Sapiranga/RS, é atleta da modalidade do Para atletismo na classe T46, que inclui atletas com insuficiência unilateral dos membros superiores. Alex compete nas provas de meio-fundo, fundo e maratona em âmbito nacional e internacional. Nos Jogos Paralímpicos (JP) de Tóquio/Japão 2020, realizados em 2021, Alex conquistou medalha de prata na prova de maratona. O objetivo desta pesquisa é averiguar o percurso esportivo do atleta brasileiro Alex Pires na modalidade do Para atletismo. Para tanto, foram coletadas informações por meio de duas entrevistas semiestruturadas, realizadas com Alex, nos anos de 2019 e 2021. A técnica de análise temática de conteúdo foi aplicada às informações coletadas. Alex nasceu em 07/05/1990 e possui deficiência física, adquirida por volta dos sete/oito anos, momento em que foi diagnosticado um encurtamento em seu braço esquerdo, oriundo de uma possível fratura, não tratada, no ombro. Seu percurso esportivo na modalidade do Para atletismo teve início no ano de 2007, quando participou de uma prova de corrida em Sapiranga/RS e foi campeão. Alex relatou que, desde então, traçou o objetivo de se tornar atleta de alto rendimento. Recordou que, no início da carreira, enfrentou dificuldades financeiras e a falta de estrutura para os treinos. Na época, trabalhava durante o dia e realizava seus treinos à noite. Vislumbrando alcançar o seu objetivo, pediu rescisão do emprego e, com isto, conseguiu intensificar os treinos, a fim de atingir um nível de competição que o deixasse apto a concorrer à bolsa atleta. O percurso de treinos e competições levaram Alex à resultados que conferiram a ele a bolsa atleta de nível nacional no ano de 2012. Com resultados obtidos em competições de nível mundial, conquistou a bolsa atleta pódio no ano de 2013. A partir disto, seu foco é voltado para os JP, nos quais participou nas edições do Rio 2016 e Tóquio 2020, conquistando medalha de prata nesta última. Alex confere grande importância à sua equipe multidisciplinar, à família, aos amigos, bem como às iniciativas de apoio e patrocínio para o sucesso alcançado. Atualmente, Alex reúne medalhas e diz sentir-se realizado e reconhecido como atleta brasileiro do Para Atletismo.

Comentários


:-)





© 1996-2022 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.