A Política de Esporte Para Todos no Brasil: do Governo Militar Ao Advento da Nova República (1967-1988)

Por: .

369 páginas. 2020 19/06/2020

Send to Kindle


Resumo

A presente tese de doutoramento analisou, em uma perspectiva historiográfica, as relações entre a política de Esporte para Todos e a inserção do esporte como direito social na Constituição Federal de 1988. A pesquisa amparou-se em um conjunto diversificado de fontes, privilegiando a Revista Brasileira de Educação Física e Desportos, publicada pela Divisão de Educação Física do MEC bem como a revista Comunidade Esportiva, impresso oficial da Rede EPT, publicado pela SUEPT do MEC, além de documentos oficiais e diversos outros periódicos da imprensa escrita geral e especializada que circularam no território nacional brasileiro. Conclui-se que a política de Esporte para Todos, produzida no seio de um processo de reformulação e reconceituação do esporte no Brasil, ofereceu não só substratos teórico-conceituais, mas também legitimidade ao processo de inserção do esporte, sobretudo, na sua manifestação não formal/lazer, na Carta Magna do país. Palavras-chave: Esporte para Todos. História do Esporte. Política de Esporte. Esporte de Massa. Lazer.

Endereço: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/69385

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2023 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.